Projeto Intercâmbio Ikpeng Xingu 2018

Equipe de pesquisadores da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG-Frutal), Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade de São Paulo (USP) e PUC Goiás realizaram, em 2018, intercâmbio com o povo Ikpeng e visita ao Centro de Pesquisa e documentação da cultura Ikpeng – Centro de Documentação Digital Mawo, localizado na Aldeia Moygu, no Parque Indígena do Xingu (MT).

 

Durante o intercâmbio, foram produzidos em conjunto com a comunidade um minidoc, um programa de rádio em formato digital e uma oficina de etnoterritorialidade.

 

Todo o material pode ser conferido aqui no site do Sostenibilia.

Centro de Documentação Digital Mawo

Criado em 2009 pela Associação da Aldeia Moygu, esse Centro de pesquisa e documentação da cultura Ikpeng abriga uma base de dados digital bilíngue (língua Karib e Português) com registros de imagens, sons, vídeos e textos, produzidos pelos próprios Ikpeng e pesquisadores não indígenas.

som da
floresta
 

Oficina de Rádio

A produção que você confere aqui integra o Projeto Intercâmbio Ikpeng/Xingu  2018. O trabalho, desenvolvido durante três dias, consta de entrevistas e cantos do povo Ikpeng, trabalho desenvolvido por jovens  da comunidade. Material que está disponível em dois idiomas Português e karib. No primeiro dia, foi realizada oficina de produção de rádio. No segundo, as gravações das entrevistas, além das locuções dos âncoras e das vinhetas. O processo de edição integrou o terceiro dias das atividades.

 

Ficha Técnica

Tempo de duração: 30 minutos

Locução: Tapanpo Ikpeng, Oreme Ikpeng e Kamatxi Ikpeng

Cantores: Furiga Ikpeng e Luana Sapya Ikpeng

Entrevistas: Furika Ikpeng e Yakuna Ikpeng

Músicas: Moyngo, Imakarugetpot Imowïlaketpot

Assessoria técnica: Profa. Ma. Denize Daudt Bandeira (PUC Goiás/Fasam); Renan Takeshi Yasuoka (Discente Bolsista PAPq/UEMG/Frutal)

Oficina de Cinema Documentário

Na oficina de cinema documentário foi realizada a produção colaborativa de um curta documentário. Os jovens Ikpengs em conjunto com a equipe, escolheram o tema e produziram o roteiro. Gravado, roteirizado e idealizado por eles, a oficina durou 3 dias, sendo os dois primeiros utilizados para roteirização e gravações e o último dia dedicado à edição do material.

Gravado originalmente em karib (língua Ikpeng) com legenda em português, o curta documentário narra o Kwapi, a esteira utilizada para espremer a massa de mandioca na preparação do beiju, artefato produzido e somente utilizado por mulheres.

Ficha técnica

 

Tempo de duração: 10 minutos

Roteiro: Powita Ikpeng e Luana Sapya

Áudio: Kuyatapu Dunga Ikpeng

Trilha sonora: Furiga Ikpeng 

Participante: Luana Sapya

Montagem e edição: Thiago Franco, Powita Ikpeng, Karen Batista, Luana Sapya

Direção e Cinegrafia: Powita Ikpeng

Assistente do produção e direção: Karen Batista Caixeta (Discente UFG)

Produção/direção: Thiago Franco (UFG/Fasam/USP)

 

Oficina de Etnoterritorialidade

Durante o Intercâmbio, foram realizadas duas oficinas de elaboração de mapas mentais que buscaram compreender o espaço habitado pelos seres espirituais (xamanismo) e o território habitado pelos Ikpeng na aldeia Moygu.

A produção dos mapas ocorreu em duas etapas, entre dois grupos – um de crianças e outro de jovens. Na primeira etapa, mapearam-se os espaços de habitação do povo Ikpeng, onde foram registrados os percursos e os elementos da paisagem em que transitam as suas relações cotidianas. Na segunda, foram desenhados os espaços dos não humanos: os espaços dos espíritos e deuses da cultura desse povo. Para a apreciação dos mapas da segunda etapa, foram registradas as conversas com os participantes das oficinas e com os anciãos da comunidade.

 

Participantes: Amengo Ikpeng, Wawa Ikpeng, Lapto Ikpeng, Konenpo, Kamatsu Jesus Txicão, Wassayu Ikpeng.

Coordenação: Aline Pascoalino (UEMG/Frutal) e Wildson Messias da Silva (Discente bolsista UFG)

Título 1

 
 

Participantes Ikpeng

Furiga Ikpeng – Cantor

Kamatxi Ikpeng – Cineasta e gestor do Centro de Documentação Digital Mawo

Kuyatapu Dunga Ikpeng – Estudante e futuro Professor da Escola Ikpeng  

Luana Sapya Ikpeng – Cineasta

Oreme Ikpeng – Agente agroecológico e membro da Rede de Sementes do Xingu

Powita Ikpeng – Cineasta  

Tapanpo Ikpeng – Responsável pelo Banco de Dados do CDD Mawo

Yakuna Ikpeng – Cacique e professor da Escola Ikpeng

 

 

Participantes Pesquisadores

Professores  

Profª Eliete Pereira – Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) 

Prof. Thiago Cardoso Franco - Universidade Federal de Goiás (UFG/USP) 

Profª Aline Pascoalino – Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG)

Prof.ª Denize Daudt dos Santos Bandeira (PUC-Goiás)

 

Técnica do Ministério da Educação – MEC/ENAP

Janete Mércia da Silva Pereira

 

Estudante da pós-graduação - Mestrando

Ian Victor Santana Dawsey (USP)

 

Estudantes da graduação

Pedro Paulo Ferreira de Almeida (Bolsista PAPq/ UEMG)

Renan Takeshi Yassuoka (Bolsista PAPq/UEMG)

Karen Batista Caixeta (estudante UFG)

Wildson Messias da Silva (estudante Bolsista UFG)

 

Perfil dos professores

Eliete Pereira

Professora Doutora Nível VI da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), é doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com realização de estágio sanduíche no exterior com Bolsa Capes na Universidade IULM de Milão (2012). Desenvolveu pesquisa de pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação Interunidades em Museologia (PPGMus), MAE/USP, com bolsa PNPD/Capes (2017-2018). Possui graduação em História pela Universidade de Brasília (2004) e mestrado em Ciências Sociais (2007) pelo Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC) da Universidade de Brasília (UnB). É pesquisadora do Centro de Pesquisa ATOPOS da ECA-USP e coordenadora da linha de pesquisa - Tekó: a digitalização dos saberes locais. 

Thiago Franco

Membro/coordenador do Centro Internacional de Pesquisa ATOPOS (USP), onde trabalha com teorias da comunicação e redes digitais. No mesmo centro de pesquisa é integrante da linha de pesquisa - Tekó: a digitalização dos saberes locais. Membro do Sostenibilia (Osservatorio Internazionale di Teoria Sociale Sulle Nuove Tecnologie e la Sostenibilità), da Università Sapienza di Roma. Pesquisador associado do Sostenibília. Assessor de projetos e articulações da CDEX PUC-GO (Coordenação de Extensão). Membro do PDH (Programa de direitos Humanos), da PUC-GO. Professor da PUC Goiás e FASAM. Atuou como professor da Universidade Federal de Goiás. Doutor em Ciência da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), pela Universidade de São Paulo (USP), na área de Teoria e Pesquisa em Comunicação, na linha de Comunicação e Ambiências em Redes Digitais; mestre em Comunicação, Cidadania e Cultura (2014); especialista em Comunicação Integrada (2008); graduado em Ciência da Comunicação (2006), pela UFG. Coordenou, até o ano de 2019, dois projetos de pesquisa na UFG: Pensamento Digital Contemporâneo: Povos Tradicionais e novas Perspectivas para a Cibercultura; e UX, Transmedia Storytelling e a pesquisa da comunicação digital. Atualmente está à frente do projeto pesquisa e extensão “Cidadania Digital: modos de existência” voltado para comunidades, em situação de vulnerabilidade social. É um dos coordenadores do Projeto Xingu, realizado em parceria com a Universidade Sapienza de Roma.

Denize Daudt 

Mestre em Comunicação Social pela Universidade Federal de Goiás. Possui pós-graduação em Políticas Públicas pela Universidade Federal de Goiás, com graduação em Comunicação Social - Habilitação Jornalismo pela mesma instituição. Atualmente, é professora titular da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e coordenadora do curso de Jornalismo da Faculdade Sul-Americana (Fasam). Coordenadora também o Programa de Direitos Humanos da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PDH/PUC-GO). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Especializado, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, comunicação, política, linguagem radiofônica, radiojornalismo e cidadania.

Aline Pascoalino

Graduada em Geografia - Licenciatura (2005), pela Universidade Estadual Paulista, Campus Rio Claro. Mestre (2009) e Doutora (2013) em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da UNESP Campus Rio Claro. Lecionou como Professora Conferencista (2015) e Professor Substituto (2016) do Departamento de Geografia da UNESP Campus Rio Claro, ministrando as disciplinas de Climatologia, Meteorologia e Climatologia Dinâmica, Análise de Impactos Ambientais e Hidrologia, para os cursos de Geografia, Engenharia Ambiental e Ecologia. Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Ciências Exatas e da Terra, na área de Geografia Física, Coordenadora e docente do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Unidade Frutal, onde ministra a disciplina Elaboração de Trabalho de Campo. É colaboradora do Laboratório de Geografia dos Riscos e Resiliência (LAGERR), da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp, Campus Limeira e desenvolve pesquisas na área de Geociências com ênfase em Geografia Física e Climatologia Aplicada, atuando nos seguintes temas: Análise Ambiental, Climatologia Geográfica, Bioclimatologia Humana, Geografia da Saúde e Clima urbano.

 

Este intercâmbio entre pesquisadores (professores e estudantes bolsistas das universidades envolvidas) e o povo Ikpeng objetivou estudar essa experiência única no país de base de dados indígena e oferecer aos jovens da aldeia oficinas de audiovisual e de produção  de rádio digital realizada pela equipe de pesquisadores, além de efetivar uma troca intercultural de saberes entre as universidades envolvidas e este povo indígena.

 

developed by Thiago Franco